A solução construtiva conhecida como telhado verde ou cobertura verde, é uma tendência mundial e que ganha espaço no Brasil cada vez mais.

Consiste em um sistema artificial de construção de coberturas de edifícios, de habitações ou mesmo em estruturas de apoio, sobre as quais são usados substratos e algum tipo de vegetação em uma extensão impermeável.

A construção de um telhado vivo é baseada na montagem de camadas de materiais impermeabilizantes, substratos, bloqueadores de raízes entre outros materiais que devem satisfazer os objetivos de projeto.

Uma função importante de telhados verdes é a capacidade de absorver a água da chuva que cai sobre ele, atrasando o escoamento para o sistema de drenagem. Essa inércia ao escoamento da água da chuva faz com que o seja uma opção atraente em regiões urbanas, pois se usado em grande escala pode reduzir a probabilidade de enchentes.

O telhado verde proporciona também um ambiente muito mais fresco do que outros tipos de cobertura, mantendo o edifício protegido de temperaturas extremas, especialmente no verão, e reduzindo em até 3°C. 

O sistema também pode servir de isolamento acústico, pois absorve os ruídos do entorno. Outro benefício gerado pelos telhados verdes é a regulação da umidade do ar no entorno da edificação.

A técnica possibilita ainda um agradável terraço que pode ser usado de diversas formas, além de servir de habitat para muitas espécies de pássaros.

A vegetação colocada nos telhados verdes pode variar de acordo com a edificação. A mais fácil de manter é a grama, mas também é possível fazer paisagismo.

E é sempre importante ressaltar: um profissional experiente no assunto dará todas as dicas necessárias para cada tipo de vegetação, como cuidados como adubação e rega.