Você já imaginou produzir concreto sem utilizar cimento?

Você já imaginou produzir concreto sem utilizar cimento?

Pois bem, a ideia, que a princípio pode parecer estranha, foi colocada em prática por pesquisadores do Instituto de Ciência Industrial da Universidade Tóquio, no Japão.

O método desenvolvido por eles e anunciado no início de abril liga diretamente as partículas de areia por meio de uma reação simples em álcool, na presença de um catalisador.

"Os pesquisadores podem produzir tetraalcoxissilano a partir da areia por meio de uma reação com álcool e um catalisador por meio da remoção da água, que é um subproduto da reação. Nossa ideia era deixar a água para fazer a reação alternar reversivelmente de areia para tetraalcoxissilano, para unir as partículas de areia entre si," explica o professor Yuya Sakai, autor principal da pesquisa.

"Obtivemos produtos suficientemente fortes com, por exemplo, areia de sílica, contas de vidro, areia do deserto e areia da Lua simulada", completa Ahmad Farahani, coautor do estudo.

Como a nova técnica não depende do formato das partículas de areia, ela pode permitir construir edifícios e estruturas em regiões desérticas - até mesmo na Lua ou em Marte.

E embora não tenham sido realizados testes de resistência, os pesquisadores acreditam que o concreto sem cimento pode ter uma durabilidade melhor do que o material convencional pela melhor resistência às variações de volume por conta de temperatura e umidade.

A ideia de se fazer concreto sem cimento não é nova. Vários cientistas Têm testado alternativas, como escória de alto-forno e cinzas volantes. A diferença, aponta Sakai, é que o estudo da universidade japonesa utiliza materiais inesgotáveis e com menor carga ambiental, o que faria a inovação revolucionar a construção civil e proteger o meio ambiente ao reduzir drasticamente as emissões de carbono originadas da produção de cimento.

O concreto é o material mais utilizado atualmente no mundo na construção civil. Sua composição é uma mistura da areia, brita, água e cimento, cuja produção responde por 95% da pegada de CO2 do concreto - para cada quilograma de cimento produzido, 0,7 kg de CO2 são liberados para a atmosfera.