Você certamente já deve ter ouvido falar em energia solar fotovoltaica...

É a energia que vem da conversão direta da luz solar em eletricidade, o que é possível graças ao efeito fotovoltaico, identificado por Edmond Becquerel, em 1839.

Esse efeito, de maneira simplificada, é o aparecimento de uma diferença de potencial nas extremidades de material semicondutor (do qual é formada a célula fotovoltaica), produzida pela absorção da luz.

Não deve ser confundida com a energia solar térmica, na qual a produção de energia elétrica passa primeiro pela transformação em energia térmica. No sistema fotovoltaico a irradiação é convertida diretamente!



Como a energia solar é inesgotável, trata-se de uma alternativa energética sustentável e com inúmeras vantagens, entre elas:

- É uma energia "limpa" e que pode ser instalada em qualquer lugar;

- Seu sistema é silencioso e confiável;

- Fácil instalação, possui baixa manutenção e pode ser ampliado conforme a necessidade.

A utilização da energia solar fotovoltaica começou com as empresas de telecomunicações, preocupadas em obter fontes de energia em lugares isolados onde não havia rede elétrica, e desenvolveu-se principalmente durante a corrida espacial, onde forneceu energia para missões no espaço e manter satélites em órbita.




Com o crescimento do seu uso, atualmente é muita grande a pesquisa por materiais que otimizem e garantam uma maior eficiência energética, principalmente de sistemas de armazenamento.

Durante a noite ou em períodos de pouco luminosidade não há ou é insuficiente a produção de energia, por esse motivo os sistemas fotovoltaicos precisam ser conectados à rede elétrica para suprir a necessidade dos consumidores nesses momentos.

Da mesma forma, essa conexão envia o excedente de energia gerada pelo sistema para a rede, o que resulta em créditos.

De acordo com dados do Ministério de Minas e Energia, cerca de 70% da matriz elétrica brasileira é baseada na energia hidráulica, ou seja, é altamente dependente de condições climáticas favoráveis. Com isso, o uso da energia solar fotovoltaica é também uma alternativa nesse sentido.

O Le Monde, mais recente lançamento Copema e que se destaca pela inovação tecnológica e o cuidado com a sustentabilidade ambiental, terá painéis fotovoltaicos que serão responsáveis por suprir com energia solar praticamente toda a demanda energética do condomínio, assim como vaga para recarga de carro elétrico.