PARTE 1

Desde o início da Copa do Mundo, a atenção de todos está voltada para a Rússia. Até mesmo aqueles que não gostam de futebol não resistem. Afinal, muito mais do que o maior país do planeta, com 17.075.400 quilômetros quadrados (equivalente a quase 70 estados de São Paulo e mais de um nono da área terrestre!), a Federação Russa, como é oficialmente chamada, encanta também por suas incontáveis belezas naturais e arquitetônicas, além da culinária e rica cultura, proporcionais a toda sua grandeza.

Que tal conhecer um pouco dessas atrações que a Rússia têm nos apresentado? Afinal, mesmo que você não é apaixonado por futebol e fez da Copa do Mundo destino nestas férias, o país pode estar nos seus próximos planos!


Moscou: A capital russa é onde estão localizados alguns dos pontos turísticos mais conhecidos do Leste Europeu, o principal deles a Praça Vermelha, onde está a tradicional Catedral de São Basílio, construída no século XVI. É também na cidade de 12 milhões de habitantes que estão o Kremlin, fortaleza que serve de sede para o governo russo, e o Teatro Bolshoi, que abriga a prestigiada companhia de dança.

Teatro Bolshói - Foto: Wikimedia Commons

São Petersburgo:
Localizada no Golfo da Finlândia, a cidade é onde está o Hermitage, um dos maiores museus de arte do mundo, construído no  século XVIII e cujo acervo atualmente ultrapassa 3 milhões de peças, desde artefatos pre-históricos até obras de Leonardo Da Vinci, Rafael, Picasso e Van Gogh.

Museu Hermitage - Foto: Wikimedia Commons

Saransk: Capital da República de Mordóvia, a cidade de pouco mais de 300 mil habitantes está a 650 quilômetros de Moscou. Entre suas principais atrações estão a Catedral Ortodoxa do Santo e Justo Guerreiro Fyodor Ushakov e o Museu de Belas Artes, onde são destaques obras de artistas nascidos naquela república, uma das 21 que formam a Federação Russa ao lado de outras mais de 60 divisões.