Copema promove encontro entre Andrey Valério, promessa da Fórmula Vee, e Fábio Sotto Mayor, campeão da Stock Car e recordista brasileiro de velocidade nos anos 80 e 90


Um é campeão da Stock Car e recordista brasileiro de velocidade. O outro é uma promessa ribeirãopretana da Fórmula Vee. Juntos, Fábio Sotto Mayor e Andrey Valério protagonizaram um encontro de gerações do automobilismo no último sábado (28/04). O local não poderia ser mais apropriado: a Central de Vendas da Copema, construtora reconhecida pelo mercado pela agilidade e por andar sempre à frente!



Andrey Valério e Fábio Sotto Mayor  - Foto: Marcio Javaroni


Mais do que selfies e tietagem dos fãs dos dois pilotos, o encontro resultou em muita conversa sobre automobilismo, como não poderia deixar de ser. As diferenças entre as categorias e as diferentes épocas foram motivo de curiosidade para ambos.

A Fórmula Vee é a maior categoria monoposto do mundo, considerada a porta de entrada no automobilismo depois do kart. Pilotos consagrados como os brasileiros Emerson Fittipaldi, José Carlos Pace e Nélson Piquet fizeram nela o pit stop inicial antes de chegar à Fórmula 1.

“Precisamos desse tipo de categoria pois é ela que incentiva a formação de novos pilotos no Brasil”, avalia Fábio Sotto Mayor, que fez história nos anos 80 e 90, quando conquistou títulos e cravou 303,157 km/h com um Opala na Estrada Rio-Santos, estabelecendo o recorde brasileiro de velocidade.



Andrey Valério e Miriam Rombola (Coordenadora de vendas da Copema no Stand de Vendas Le Monde  - Foto: Marcio Javaroni


Patrocinado pela Copema, Andrey Valério destaca o apoio da construtora e como bom piloto já está de olho nos próximos passos. “Estou muito feliz com o apoio da Copema. Vejo como o início de uma grande parceria, que pode trazer também corridas da Fórmula Vee para Ribeirão Preto”, afirma.

Ele destaca que a Fórmula Vee é uma categoria de base para a formação de pilotos, por isso é de fundamental importância para que o Brasil tenha novos campeões mundiais no automobilismo. “Quando um jovem sai do kart ele precisa passar por uma categoria desse tipo antes de chegar à Fórmula 1. Quando existiam, correram por elas pilotos como Rubens Barrichello e Felipe Massa. Não havendo essas categorias, fica difícil termos pilotos na Fórmula 1", explica Andrey Valério.