Indicadores da economia comprovam a importância e o potencial da construção civil para induzir a retomada do crescimento econômico e da geração dos empregos tão necessários ao Brasil.

Indicadores da economia comprovam a importância e o potencial da construção civil para induzir a retomada do crescimento econômico e da geração dos empregos tão necessários ao Brasil.

Os investimentos é que farão a economia crescer de forma sustentada e a construção civil é a atividade com maior potencial para gerar resultados.

A expectativa da (CBIC) Câmara Brasileira da Indústria da Construção é que o setor cresça 3% neste ano, com base no cenário de juros baixos e inflação controlada.




O presidente da (CBIC), José Carlos Martins, acredita que o crescimento do setor representa ainda um potencial para criação de 150 a 200 mil postos de trabalho formais até dezembro.

Conforme a previsão de Martins, 2020 pode superar a marca do ano anterior, que deve ficar próxima aos 100 mil postos de trabalho, com avanço de 2%. Ele acredita que o número de vagas pode até crescer mais, caso o mercado imobiliário continue surpreendendo com os lançamentos.