O que é muito bonito para os seres humanos, para os animais, especialmente os cães, pode ser uma grande tortura.


O Reveillon está chegando e com ele os fogos de artifício. Aqueles minutos de explosões no céu podem causar traumas graves e até em casos extremos levar o cão ao óbito. 


Os cães têm a audição mais aguçada, bem superior a dos seres humanos, não apenas para fogos, mas também para trovões, raios e até mesmo a percepção de uma tempestade que está para chegar. Além disso, os cachorros conseguem escutar um som quatro vezes mais longe do que uma pessoa. Portanto, os fogos de artifício, que para nós já emitem um som muito alto, para um cachorro têm seu barulho multiplicado!


Nesses dias como o Reveillon, com muitos fogos, algumas dicas são importantes para evitar o estresse do seu animal:

- Deixe o cachorro dentro de casa e procure agir naturalmente;

- Se ele encontrar um lugar para se esconder, como debaixo de uma cama, apenas certifique-se que o local é seguro para o cão;

- Ligue a televisão ou rádio com o som mais alto que de costume. Isso pode ajudar a dispersar o barulho dos fogos;

- Mantenha os portões de acesso à rua bem fechados, os cachorros podem ficar apavorados e tentar fugir.

 

Não é recomendado pegar o cão no colo, no susto - e não intencionalmente - ele pode morder.

Mas, para alguns animais o estresse pode ser tão grande que há o risco de infarto, derrame e até óbito ocasionados por medo de fogos de artifício. Nesses casos, vale a pena consultar o médico veterinário, que pode indicar algum medicamento para acalmar o animal.